segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

BIM e Normalização | Parte III

Continuação...BIM e Normalização | Parte I e BIM e Normalização | Parte II

A norma ABNT NBR ISO 15965 é dividida em 7 partes.
Sendo representadas pela tabela abaixo:


Já estão em vigor pelo site da ABNT as listadas na imagem abaixo:



O que oferece a NBR-15965 (CATELANI, 2014):
  • Informações (termos, palavras) PADRONIZADAS...
  • Em bom PORTUGUÊS...
  • Refletindo as PRÁTICAS construtivas do Brasil...
  • CODIFICADAS, para que sejam entendidas por sistemas computacionais (SW)...
  • Organizadas e divididas em várias TABELAS de conteúdo...
  • TABELAS estas cuidadosamente conceituadas (DEFINIDAS)...
  • De tal forma que, combinando-se as PALAVRAS dessas TABELAS...
  • Seja possível descrever TUDO e QUALQUER COISA...
  • Da INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL.

Conteúdo e aplicação das normas: ABNT NBR ISO 15965-1


Algumas definições:
  • OBJETO DA CONSTRUÇÃO (ABNT NBR ISO 12006-2:2010 e ABNT NBR 15965-1:2011): objeto relevante para a indústria da construção
  • PROCESSO DA CONSTRUÇÃO (ABNT NBR ISO 12006-2:2010 e ABNT NBR 15965-1:2011): processo que transforma recursos da construção em resultados da construção
  • RECURSO DA CONSTRUÇÃO (ABNT NBR ISO 12006-2:2010 e ABNT NBR 15965-1:2011): objeto da construção usado em um processo da construção para a obtenção de um resultado da construção
  • RESULTADO DA CONSTRUÇÃO (ABNT NBR ISO 12006-2:2010 e ABNT NBR 15965-1:2011): objeto da construção que é formado ou tem seu estado modificado como resultado de um ou mais processos da construção que utilizem um ou mais recursos da construção

Conteúdo e aplicação das normas: ABNT NBR ISO 15965-2



1. Tabela0M (Omniclass41) Materiais da construção:
  • Materiais básicos ou brutos. Na maior parte dos casos há "materiais" tais como a maioria dos entendidos no Material Browser do Revit, que são na realidade recursos da construção (componentes -2C). Quando o recurso é aplicado a um conteúdo específico do modelo (p. ex. uma camada de parede), em um uso específico, este conteúdo poderia receber adicionalmente (em contexto de modelo) a codificação não de um recurso (que é o que ocorre quando entendido isoladamente), mas de um elemento (ainda genérico, sem especificação detalhada -3E) ou resultado (com especificação completa, inclusive com processos de execução, uma vez que aqui tratamos do componente "já" aplicado, seja construtiva ou virtualmente -3R). Materiais como 0M (brutos) ou 2C (recursos) podem ter seus códigos associados a materiais do Revit, no entanto, o caso mais comum é de 2C e não 0M, pois a aplicação de 0M é limitada (não são recursos "comercializados"). No caso de resources(brutos) em Navisworks, em alguns casos poderíamos incluir 0M (água, por exemplo).OMNICLASS: Materialsare basicsubstancesusedin constructionortomanufactureproductsandotheritemsusedin construction. Thesesubstancesmayberawmaterialsorrefinedcompounds, andare presentedentirelywithoutreferencetotheirform.
  • MATERIAL(ABNT NBR 15965-1:2011): insumo para a construção não formado como uma unidade distinta
EXEMPLO:



2. Tabela 0P (Omniclass49) Propriedades da construção:

  • São os parâmetros em si (identificação dos campos). A expressão deve ser utilizada ao criarmos parâmetros, mas os códigos em princípio não apareceriam na UI de um modelador, por exemplo. Importante lembrar que toda definição de parâmetro deve incluir o "tipo" de parâmetro (texto, integral, comprimento, etc.) e a unidade correspondente (preferencialmente SI).OMNICLASS: Propertiesare characteristicsofconstructionentities. Propertydefinitionsgainmeaningthroughreferencetooneormore constructionobjectstowhichtheymaybeapplied.
  • PROPRIEDADE(ABNT NBR 15965-1:2011): característica dos componentes da construção, sempre referenciada a esses componentes
EXEMPLO:




Fonte: Autodesk - Arq. Ricardo Bianca



sábado, 6 de fevereiro de 2016

FORMAÇÃO | MASTER BIM MANAGER


O curso é voltado para profissionais da construção civil que queiram se especializar em BIM; que já trabalham ou não com esta plataforma e querem aumentar ou até mesmo agregar novos conhecimentos técnicos e principalmente pratica.

A Zigurat é uma escola de e-learning, especializada em formação continuada para engenheiros e arquitetos, líder na Espanha e que está entrando pela primeira vez no mercado brasileiro.

O Master BIM Manager é 100% online e tem duração total de 18 meses, com três intervalos (aproximadamente de 1 mês) durante o período do curso, para que os alunos possam recuperar conteúdos atrasados ou utilizar como férias. A carga horária total é de 600h.

Algumas das ferramentas abordadas no curso:
Softwares de modelagem 3D Revit (Autodesk), ArchiCAD (Graphisoft), Allplan (Nemetschek), Bentley (AECOsim)
Interoperabilidade com estruturas e instalações: CYPECAD, Tekla (Trimble), CYPECAD MEP, MEP DDS-CAD
Softwares de Gestão e Planejamento: Vico (Trimble), Navisworks (Autodesk), SYNCHRO
Softwares de orçamento e controle de custos: Arquimedes (CYPE), Presto
Software de analises de complementares envolvidos no projeto: Solibri.




Aproveite a oportunidade e se inscreva. Ainda restam algumas vagas para a primeira edição.

Início: 24 de fevereiro de 2016
Modalidade: Online
Duração: 18 meses (600 horas)


Fonte: Zigurat Institute

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Eventos | Seminário Online

Seminário Online sobre o panorama da Implementação BIM em Portugal, no Brasil e na Espanha.


Dia 03/02 as 17:30 (horário de Portugal) e 15:30 (horário de Brasília).

Apresentado por:
José Carlos Lino:
Engenheiro de Estruturas, proprietário da Newton e BIMMS e Diretor Acadêmico do International Master BIM Manager.

Gustavo Ferreiro:
Arquiteto, Co-diretor da BIM Freelance, fundador do BIM Campus e Co-diretor Acadêmico do International Master BIM Manager

Daniel Félix:
Arquiteto e Coordenador do International Master BIM Manager


Inscreva-se!




terça-feira, 26 de janeiro de 2016

BIM e Normalização | Parte II

Continuação... BIM e Normalização | Parte I

Conteúdo e aplicação das normas: ABNT NBR ISO 12006-2


Algumas definições

  • OBJETO (ABNT NBR ISO 12006-2:2010): qualquer parte do mundo perceptível ou concebível
  • OBJETO DA CONSTRUÇÃO (ABNT NBR ISO 12006-2:2010 e ABNT NBR 15965-1:2011): objeto relevante para a indústria da construção
  • PROCESSO DA CONSTRUÇÃO (ABNT NBR ISO 12006-2:2010 e ABNT NBR 15965-1:2011): processo que transforma recursos da construção em resultados da construção. Ex: projeto, produção, manutenção e demolição. Projeto estrutural, limpeza, aplicação, reaquecimento, .
  • RECURSO DA CONSTRUÇÃO (ABNT NBR ISO 12006-2:2010 e ABNT NBR 15965-1:2011): objeto da construção usado em um processo da construção para a obtenção de um resultado da construção. Ex: porta, janela, tijolo.
  • RESULTADO DA CONSTRUÇÃO (ABNT NBR ISO 12006-2:2010 e ABNT NBR 15965-1:2011): objeto da construção que é formado ou tem seu estado modificado como resultado de um ou mais processos da construção que utilizem um ou mais recursos da construção. Ex: Prédio de escritórios, barra de aço montada, sistema de ventilação, ponte, superfície asfaltada, espaço fechado.






Fonte: Autodesk - Arq. Ricardo Bianca

domingo, 10 de janeiro de 2016

Eventos | Web seminário BIM

Não perca!
Gestão de projetos e BIM: aplicações atuais e perspectivas futuras.
Palestra na web gratuita com o Diretor de Operações Rodrigo Mioni da Engmex, empresa parceira CSI Autodesk no Brasil.


O evento

“BIM - Building Information Modeling (Modelagem da Informação da Construção) é a sigla utilizada para uma metodologia de trabalho que se destaca por obter modelos virtuais construídos a partir de softwares 3D, com informações paramétricas e atualizações instantâneas sobre o modelo da construção, possibilitando a simulação da realidade, além da integração de todas as disciplinas de AEC (Arquitetura, Engenharia e Construção).
Através da metodologia BIM – distribuída em todo o EPCM – a gestão de projetos pode ser realizada com maior precisão na fase de detalhamento da engenharia, bem como representar uma mudança na forma de controle de informações e tomada de decisão pelos gestores de contratos e obras, os quais poderão rastrear as informações e antecipar eventos e interferências, realizando um melhor controle de materiais e sobressalentes.
Os problemas que muitas vezes só seriam detectados na fase de execução da obra, podem ser identificados com o BIM já na fase de projeto. Ao conseguir antecipar cenários, identificando erros de projeto e interferências, é possível reduzir custos atrelados a retrabalhos e perda de material, e o gerenciamento da construção torna-se mais eficaz, com maior controle do cronograma e dos custos”.

Conteúdo programático

- O que é o “BIM”
- Utilização do conceito BIM no ciclo EPCM (Engenharia, Suprimentos, Construção e Gerenciamento)
- Interoperabilidade de Softwares BIM – como a informação é compartilhada e extraída entre ciclos do EPCM?
- Gestão de Projetos com BIM – desafios e benefícios
- Casos de Sucesso no Brasil – estágio atual das empresas
- Próximos Passos – como implantar o BIM?

Público-alvo

Todos os profissionais relacionados direta ou indiretamente ao setor da construção interessados em aprimorar seus conhecimentos e otimizar o desenvolvimento de seu trabalho.


Dicas:

Web Seminário é um evento transmitido via internet que permite que você
acesse conteúdo especializado ao vivo, de qualquer computador
conectado à rede.
Faça sua inscrição com antecedência.
No dia do evento, acesse o link (que será enviado ao seu e-mail) com, pelo menos, 10 minutos de antecedência.

Aproveite a oportunidade! Junte os seus colaboradores e atualize toda a sua equipe.

Fonte: Construmanager




Eventos | Palestra BIM | Curitiba

Palestra Gratuita : BIM - Metodologia/tecnologia para aumentar a produtividade no setor da construção.
BIM, uma metodologia/tecnologia para aumentar a produtividade das empresas do setor da construção.

Data : 19 de janeiro, 2016
Horário : 9:00h
Local : Intituto de Engenharia do Paraná - IEP - Rua Emiliano Perneta, 174 | Curitiba-PR

Palestrante Antonio Meireles - Fundador e Diretor da ndBIM Virtual Building - consultor com atuação internacional e que nacionalmente, distribuidor autorizado Trimble, já colaborou com empresas como a Método Engenharia, Edalco Engenharia, Odebrecht, Barbara Engenharia, Construcap, etc.



Conteúdos:

- Introdução aos benefícios do BIM para o sector

- Proposta de Estratégia de Implementação do BIM numa empresa

- Demonstração do software VICO Office

- Cases


Sobre o palestrante:

Antonio Meireles: Natural de Portugal, tem licenciatura em Engenharia Civil (2005), um MBA em Gestão Empresarial (20017) e atualmente está desenvolvendo a sua tese de doutorado em Gestão de Construção. Foi Coordenador do Departamento da Inovação e BIM Manager da maior construtora portuguesa e atualmente é Consultor Internacional especializado na metodologia BIM.

Participem!
Faça sua inscrição.




quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Case | Sistran: Autodesk para BIM

A Sistran, empresa de engenharia especializada em projetos de infraestrutura na área de transportes, acaba de adotar o Revit, da Autodesk, como sua ferramenta para modelagem de informações da construção.
Com o contrato, a empresa está substituindo o software da Graphisoft. A Sistran já usava os softwares AutoCAD e Civil 3D para os seus projetos.

“Adotamos anteriormente uma solução tecnológica que nos manteve isolados do ecossistema deste setor”, avalia Gabriel Feriancic, diretor de Engenharia da Sistran. “Chegamos a considerar utilizar as soluções da Autodesk combinadas com outro fornecedor, mas abandonamos esta ideia depois que nossa equipe mostrou total aceitação pela Autodesk”, completa o executivo.
Para Douglas Carnicelli, gerente de território da Autodesk Brasil, ter a Sistran no portfolio de clientes é extretamente estratégico para a companhia, por se tratar de uma empresa cujos processos e metodologia são tidos como modelo para todo o mercado de infraestrutura local.


Fonte: Baguete